10 de dezembro de 2016

Filmes de Novembro

Os filmes que vi este mês foram:


1. A Dynamite Family (Opinião)


2. All-Round Appraiser Q: Mona Lisa’s Eye (Opinião)



3. So I Married an Anti-Fan (Opinião)




4. Catch Him to Survive (Opinião)




Finalmente um mês mais proveitoso!

9 de dezembro de 2016

Mini-Resenhas de Dramas


Desta vez venho comentar a respeito de mini-dramas e dramas especiais, todos coreanos:

What is the Ghost Doing?
vi no dia: 21/12/2015
Nota: 8/10

A premissa me parecia interessante, mas peguei principalmente pelo Lee Joon. rsrs
Não me decepcionei. Neste especial de 1h e 15min mais ou menos, conseguiu me fazer sorrir, me sentir tocada, além de ter surpresa pelo caminho. Fiquei triste quando acabou. rsrs
Gostei das atuações, Lee Joon sempre é bom ver e a protagonista também foi bem.
Fica minha recomendação para quem quiser ver algo mais leve e doce ao mesmo tempo.


7 de dezembro de 2016

Mini-Resenhas de Filmes [2]


Neste post, trago meus comentários a respeito de 2 filmes que vi recentemente:


So I Married an Anti-Fan
vi no dia: 26/11/2016
Nota: 7.5/10

Precisando de algo leve e que não tivesse muito tempo de duração, peguei este filme para ver. Serviu exatamente para o que eu queria: me divertiu, não fiquei entediada e quando dei por mim, já não estava faltando muito para acabar.
Uma coisa que estranhei um pouco foi a voz do ator principal ser dublada, mas nada que conseguisse me irritar e desistir do filme.
Gostei das atuações e fiquei com vontade conhecer mais do Chanyeol e do EXO - sim, porque sou novata no kpop e ainda tenho muito o que descobrir...
Da OST tinha uma ou duas músicas bonitas tocadas durante o filme, mas nada que ficasse gravado em minha memória.
Vale a pena ver se tiver precisando de algo leve para distrair e sem muita enrolação.
p.s. Acho que é meu primeiro filme chinês, pelo menos desde que entrei nesse mundo asiático - porque antes já havia visto vários filmes do Jack Chan. Conta? rsrsrs


Catch Him to Survive
vi no dia: 27/11/2016
Nota: 7.5/10

Mais um filme leve e divertido, embora este não seja de romance. A corrida um tanto louca dos principais atrás dos adolescentes se dá durante quase todo o filme, criando bastante situações surreais e engraçadas ao mesmo tempo.
Gostei bastante: do ritmo, ao qual não fiquei entediada; da história - não que teve nada demais, mas ela cumpre o papel de entreter e faz isso bem -;  das atuações que, mesmo não conhecendo todos os atores, gostei muito deles - só queria comentar do Hyuk do VIXX, que me surpreendeu positivamente, queria dar uns tapas nele para ver se parava de fazer tanta confusão! rsrsrs
Recomendo se tiver querendo algo do tipo, pois ele entretém bem.

17 de novembro de 2016

Mini-Resenhas de Filmes


Como tem alguns filmes, séries, dramas, etc que eu vi mas, que não quero fazer um comentário maior em um post normal, resolvi fazer essa seção de Mini-Resenhas para eles. Assim, ao menos eu conseguirei deixar por escrito o que achei deles.

Nessa parte um, por assim dizer, vou comentar sobre o que achei de 3 filmes asiáticos que vi, sendo 2 japoneses e 1 coreano:

Wolf Girl and Black Prince
Vi no dia: 23/10/2016
Nota: 8/10

Quando estava quase terminando o anime dele, soube da notícia que haveria um live action, ao qual fiquei com vontade de ver. Agora já o tendo visto, posso dizer que no geral gostei. Não foi igual ao anime, até porque seria um tanto impossível passar tudo, mas ele tirou bem a sua essência, muito do que vi no anime estava lá de uma forma ou de outra. 
Gostei dos atores também, eles fizeram um bom trabalho ao demonstrar como seus personagens eram.
A OST foi bem legal, acho que combinou bem com a história.
Recomendo que veja o anime também, pois há partes que complementam bem a história e que foram retiradas do filme.


A Dynamite Family
Vi no dia:  06 e 07/11/2016
Nota: 7.5/10

De início um tanto confuso, mas a medida que o tempo vai passando fui entendendo melhor a história. Tem alguns momentos divertidos, mas no geral não sei se diria que é uma comédia no todo - ou eu é que não achei muita graça nas piadas? rsrs
A surpresa veio com a revelação de quem é culpado, eu não esperava quem foi, nem como fez o que fez. Gostei da parte final do filme e o que aconteceu com eles depois - foi bem engraçado.
Gostei das atuações de todos, desde alguns atores que já conhecia e mesmo os outros que não, achei que foram bem.
Achei o filme legal e penso que valeu a pena dar uma chance, apesar de não ser daqueles inesquecíveis.


All-Round Appraiser Q: Mona Lisa's Eye
Vi no dia: 13/11/2016
Nota: 7.5/10

Não sei o porque, mas esperava que este filme fosse outra coisa, mais voltado para ação, quando li a sinopse. Apesar de não ter sido assim, gostei. Ele é lento na primeira metade, com muitas teorias e explicações da obra de Da Vinci, entre outras coisas. Na segunda parte começam a acontecer mais coisas e aí que prende mais atenção, sendo assim até o final do filme.
Embora não tenha visto nenhum dos atores antes, gostei da atuação deles aqui. Algo diferente foi ver atores de outros lugares e também ouvir bastante conversas em francês. rsrs
Recomendo só se quiser um mistério mais leve e com um ritmo mais tranquilo. É bem mais fácil aproveitar.

10 de novembro de 2016

KDrama | Moon Lovers: Scarlet Heart Ryeo



Título: Moon Lovers: Scarlet Heart Ryeo | Moon Lovers |
Scarlet Heart: Ryeo | 달의 연인 - 보보경심 려
País: Coreia do Sul 
Gênero: Drama, Histórico, Fantasia, Romance, Político
Data de Exibição: 29/08/2016 (início) | 01/11/2016 (término)
Nº de Episódios: 20
Minha Nota: 8/10
Comecei no dia: 30/08/2016
Terminei no dia: 02/11/2016


A história se passa no início dos anos de regime Goryeo.
Hae Soo, uma menina de 25 anos de idade, da era moderna que foi transportada de volta para a dinastia Goryeo e ficou presa nos conflitos e lutas entre príncipes da Casa de Wang. Lá, ela se apaixona por Wang So, aquele que faz as outras pessoas tremerem de medo. Fonte



Assim que soube que o ator Lee Jun Ki iria atuar neste drama, o marquei para ver imediatamente, mal sabendo do que se tratava - sim, porque desde 2014 quando vi Two Weeks, tenho em mente o seguinte: tem Junki no drama, quero começar a ver, não importa nem se não terminar de assistir!

Depois de um tempo, foram soltando notícias sobre quem mais estava no elenco e mesmo sem ter visto uma boa parte atuar - só havia visto em programas ou outros lugares -, certamente não era ignorante ao fato de que era um elenco de peso. Agora já tendo terminado o drama, posso dizer que todos estavam bem e, tive ótimas surpresas! Bem, falar sobre as atuações é numa parte mais abaixo no post, então deixa eu falar do começo...


28 de outubro de 2016

C-Drama | The Lost Tomb



Título: The Lost Tomb | Grave Robbers’ Chronicles | 盗墓笔记 | Dao Mu Bi Ji
País: China
Gênero: Aventura, Ação, Mistério
Data de Exibição: 12/06/22015 (início) | 03/07/2015 (término)
Nº de Episódios: 10
Minha Nota: 7.5/10
Comecei no dia: 30/03/2016
Terminei no dia: 22/09/2016


Wu Xie (Li Yi Feng) é um proprietário de uma loja de antiguidades que vêm de uma família de escavadores de tumbas. Quando ele encontra um misterioso mapa ele o leva para seu tio Wu Sang Xing (Ken Chang Tzu-Yao), que é um experiente escavador de tumbas. Sang Xing percebe que o mapa pode levá-los aos tesouros dos Reinos Combatentes e decide formar uma equipe para embarcar em uma viagem em busca dos tesouros. Wu Xie insiste em ir junto na viagem com medo de que seu tio fique com o tesouro para si mesmo. Mas nenhum deles pensou que eles poderiam ficar presos a um mistério insondável.
"The Lost Tomb", é uma série de drama chinês dirrigido por Law Wing Cheong. Baseado em uma série de romances com o mesmo título (também conhecido como DAOMU) escrito por Kenny Xu Lei. Fonte





E após de um pouco mais de 2 anos nessa vida de dorameira, finalmente terminei meu primeiro dorama chinês!

Adaptado da obra literária homônima (os outros nomes estão nos dados do drama acima) de Xu Lei, este drama faz parte de uma série que terá ao total 8 temporadas, sendo esta a primeira. Até onde sei, será lançada uma temporada por ano e com isso serão oito anos dessa jornada. A segunda já passou este ano, terminando agora em setembro e conta sobre os líderes das nove famílias de caçadores de túmulos, o que é uma prequel desta primeira temporada.

Poster de The Mystic Nine, prequel de The Lost Tomb

Nesta primeira temporada passada no presente, Wu Xie, que é um tanto ingênuo e muito leal aos amigos, vem de uma família de escavadores de túmulos e descobre algumas coisas de seu avô que resolve ir investigar. Para isso ele se une a mais pessoas, formando um time que os leva a ir atrás dos tesouros perdidos do Reino dos Combatentes. Além de Wu Xie,  esse time é formado por:

Zhang Qi Ling/Little Master: um tipo misterioso e que mal fala, mas que é muito sábio, embora não se saiba quase nada sobre ele em si.


Uncle Three: tio do Wu Xie, é muito interessado em antiguidades e tumbas. Se une a ele quando este o pede para ir a procura da tumba.


Pan Zi: Assistente do Uncle Three, esteve na guerra do Vietnã antes de se tornar um escavador de túmulo.


Fatty/Pangzi: falador e bem humorado, o primeiro encontro dele com o Wu Xie e seu amigo se dá de forma inusitada, mas após disso passam um tempo sem se ver, só se reencontrando na tumba.

fonte
High Jr/High Shao "Eric": amigo e ajudante do Wu Xie, é ótimo com tecnologia. 


Chastity/Chen Cheng Cheng: única mulher do grupo, em princípio, se une a eles já quando estão para fazer a expedição, embora já conhecesse o Wu Xie e o High Jr antes disso.

fonte

O primeiro episódio eu achei muito confuso, muito corrido, não conseguia acompanhar direito e descobri depois o porque: na versão passada na China, o piloto tem 2 episódios, tornando assim o drama com o total de 12 episódios. No viki, a versão que passaram tem 10 episódios, condensando os 2 do piloto em apenas um, sendo assim o primeiro episódio no site. Expliquei direito? Deu para entender?
Por conta disso quase acabei desistindo, por achar que seria assim o drama inteiro. Mas indo para o segundo episódio a edição já fica melhor e dá para acompanhar bem tudo. Ufa, foi um alívio, pois não queria desistir deste drama!


Nos episódios seguintes vemos a jornada tanto para chegar a tumba, quanto depois que nela se encontram - a maior parte da história se passa lá dentro. Muitos perigos são passados, várias descobertas são feitas, enquanto nos é apresentadas histórias de antepassados. Algumas eu fiquei confusa, outras eu gostei, mas no geral achei interessante a forma que foram contadas, não fiquei entediada ao ver/ouvir. Também tem personagens misteriosos e com caráter duvidoso, me deixando quase sempre na duvida de quais eram suas intenções realmente - teve uns que não gostei, como as personagens femininas, que muitas vezes me irritaram, era uma chatice ver.
Tive algumas surpresas, algumas boas e outras desagradáveis, mas que deram uma virada interessante na história.


Gostei das atuações, embora não tenha achado nada tão excepcional - talvez os personagens não exigissem tanto... Destaco os dois que certamente irei querer ver novamente em outros trabalhos: Li Yi Feng e Yang Yang. Gostei também do ator que fez o Fatty, sempre me garantia algum riso com ele.  
Tá, sobre o L iYi Feng e Yang Yang talvez tenha um pouco de fangirling aí, mas mesmo os achando lindos, também me chamaram atenção para ir querer os ver em outros personagens e então saberei se é só fangirling ou se tem algo a mais como penso.

fonte

No geral gostei. Não digo que foi daqueles que muda a vida, porque não foi assim - ao menos para mim -, mas ele foi divertido e em certos momentos empolgante com as aventuras que passaram. Devo dizer que por minha dificuldade em lembrar de nomes, não aproveitei ainda melhor a história toda, mas mesmo assim achei que foi um bom pontapé para iniciar os dramas chineses.

Quanto a OST, gostei do instrumental de abertura, mas a que é cantada no encerramento nem tanto. Não achei nada marcante, mas como só há essa, é a que deixo para fechar o post - a que toca no drama é uma versão em inglês, mas achei esta versão chinesa mais interessante:




25 de setembro de 2016

Kindaichi Kosuke vs. Akechi Kogoro



Título: Kindaichi Kosuke vs. Akechi Kogoro | 明智小五郎対金田一耕
País: Japão
Gênero: Detetive, Mistério, Histórico
Ano: 2013
Nº de episódios: 1
 Minha Nota: 8/10 
 Vi no dia: 27/08/2016
 

Com apenas um episódio, este drama especial conta a história de Kindaichi, que abre uma agência de detetive para poder conseguir algum dinheiro, já que anda tão endividado - incluindo o aluguel de onde ele mora, que está quase o fazendo ser expulso de lá. Em um dia que seria de mais cobranças, ele finalmente recebe uma ligação de um possível cliente e vê aí a oportunidade de poder sanar suas dívidas.

Ele então vai a Osaka e lá é informado de qual investigação ele precisa fazer: achar o irmão da cliente que está desaparecido há dois anos, depois de brigar com o herdeiro do Ganso - família/facção que opera em frente e com o mesmo tipo de negócio que a família/facção dela, sendo assim rivais...
Só que, mesmo antes de começar a investigação, acontece um crime...


Como uma adoradora de história de mistério, assim que soube deste especial tive vontade de ver. Este creio que entra na categoria de romance policial - não estou falando de romance amoroso, veja bem. E dentro deste tipo, este drama especial seria um "Quem fez isso?" ao qual se há um crime, a investigação e por fim quem foi o culpado. Como as histórias de mistério da Agatha Christie, por exemplo.

Então somos levados por várias pistas, algumas que nos conduzem a caminhos errados, outras nem tanto...

Eu gostei bastante do mistério e do desenvolvimento da história, que algumas vezes me deixava um tanto confusa, mas depois acabava entendendo nos minutos seguintes.
Uma coisa que achei que seria diferente foi em relação ao título deste especial: pensava que seria algo como uma disputa entre os dois detetives, mas acabou que não foi bem assim. Não foi uma briga para quem iria descobrir primeiro quem estava por trás de tudo e sim uma espécie de camaradagem que começou com o despertar do interesse do Akechi pelo Kindaichi - sendo que este já é fã do Akechi. Ele então vai até onde está ocorrendo as investigações para ajudar, mas de uma maneira diferente... 


Confesso que no final não esperava ser do jeito que foi e com isso tive uma grata surpresa. Terminei com um sorriso no rosto, além de um gosto de quero mais - já há outro especial com estes dois detetives e certamente irei ver daqui a um tempo.

Gostei das atuações, embora só conhecesse o Yamashita Tomohisa antes. Estão todos ok, mas acho que quem se sobressaiu mais mesmo foi ele e o Ito Hideaki, e pretendo ver mais trabalhos deles depois.

A trilha sonora é ok, própria para o tipo de história que se apresentou, mas nada memorável, nem tenho o que colocar aqui.

Enfim, recomendo para quem gosta de mistérios leves, que se centra mais nas deduções das investigações e por se tratar de um episódio só é mais tranquilo de ver do que um drama inteiro, para quem não tem um tempo muito grande para isso.
Além de para quem também gostar dos atores, é uma boa pedida.


Filmes de Agosto


Apenas um filme em agosto:

1. Heroine Shikkaku (Opinião)


31 de agosto de 2016

Música [#58]


Desde o último post, ao qual comentei do meu ingresso ao Kpop, ouvi mais coisas e devo confessar que cada vez mais ando encantada com os grupos - e não só - de lá!
Desta vez deixo algumas músicas que tenho escutado mais ultimamente - não são só estas, mas virão outros posts, né?










Lista das músicas: Ribbon de Beast; Goodbye de Taemin; Stuck de Monsta X; What Am I to You? de History; Love me Do de VIXX; All In de Monsta X; Fantasy de VIXX e Might Just Die de History.

29 de agosto de 2016

Filme #15 | Heroine Shikkaku


Título: Heroine Shikkaku | No Longer Heroine | Heroine Disqualified | ヒロイン失格 
País: Japão 
Gênero: Comédia, Romance, Escolar 
Ano: 2015
Nota: 8/10
Vi no dia: 28/08/2016 

Hatori Matsuzaki é uma estudante do ensino médio. Ela gosta seu amigo de infância Rita Terasaka e acredita que ele acabará por escolher ela como sua heroína, mas ele começa a namorar Miho Adachi. Enquanto isso, o estudante mais popular da escola, Kosuke Hiromitsu se interessa por Hatori Matsuzaki. Fonte


Vindo de um mangá com mesmo nome, este live action conta a história da Hatori, uma colegial que é apaixonada por seu amigo de infância desde muito tempo. Para ela, ele é seu herói. E nesta história ela quer ser sua heroína.


20 de agosto de 2016

K-drama | Ms. Temper & Nam Jung Gi


Título: Ms. Temper & Nam Jung Gi | 욱씨남정기
País: Coreia do Sul
Gênero: Negócios, Comédia, Drama 
Data de Exibição: 18/03/2016 (início) | 07/05/2016 (término)
Nº de Episódios: 16
Minha Nota: 9/10
Comecei no dia: 07/05/2016
Terminei no dia: 07/06/2016


Ok Da-Jung (Lee Yo-Won) é a líder da equipe mais jovem na indústria de cosméticos. Ela se divorciou três vezes até agora. Ela não se importa sobre o que os outros pensam sobre ela e ela também tem um bom temperamento inflamável. Nam Jung-Gi (Yoon Sang-Hyun) trabalha como chefe de seção na mesma empresa de cosméticos que Ok Da-Jung. Ao contrário dela, Nam Jung-Gi tem uma personalidade tímida e agradável. Ele não consegue dizer qualquer coisa que faça os outros desconfortáveis. Ele é capaz de fazer o sangue dela ferver. Fonte





Tanta coisa para dizer do porque que gostei deste drama que não sei se conseguirei organizar tudo e o mais provável é que esquecerei de alguma coisa. Uma pena este drama não ter sido tão visto, pois merece, é muito bom e diferente dos dramas habituais!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...