31 de agosto de 2016

Música [#58]


Desde o último post, ao qual comentei do meu ingresso ao Kpop, ouvi mais coisas e devo confessar que cada vez mais ando encantada com os grupos - e não só - de lá!
Desta vez deixo algumas músicas que tenho escutado mais ultimamente - não são só estas, mas virão outros posts, né?










Lista das músicas: Ribbon de Beast; Goodbye de Taemin; Stuck de Monsta X; What Am I to You? de History; Love me Do de VIXX; All In de Monsta X; Fantasy de VIXX e Might Just Die de History.

29 de agosto de 2016

Filme #15 | Heroine Shikkaku


Título: Heroine Shikkaku | No Longer Heroine | Heroine Disqualified | ヒロイン失格 
País: Japão 
Gênero: Comédia, Romance, Escolar 
Ano: 2015
Nota: 8/10
Vi no dia: 28/08/2016 

Hatori Matsuzaki é uma estudante do ensino médio. Ela gosta seu amigo de infância Rita Terasaka e acredita que ele acabará por escolher ela como sua heroína, mas ele começa a namorar Miho Adachi. Enquanto isso, o estudante mais popular da escola, Kosuke Hiromitsu se interessa por Hatori Matsuzaki. Fonte


Vindo de um mangá com mesmo nome, este live action conta a história da Hatori, uma colegial que é apaixonada por seu amigo de infância desde muito tempo. Para ela, ele é seu herói. E nesta história ela quer ser sua heroína.


20 de agosto de 2016

K-drama | Ms. Temper & Nam Jung Gi


Título: Ms. Temper & Nam Jung Gi | 욱씨남정기
País: Coreia do Sul
Gênero: Negócios, Comédia, Drama 
Data de Exibição: 18/03/2016 (início) | 07/05/2016 (término)
Nº de Episódios: 16
Minha Nota: 9/10
Comecei no dia: 07/05/2016
Terminei no dia: 07/06/2016


Ok Da-Jung (Lee Yo-Won) é a líder da equipe mais jovem na indústria de cosméticos. Ela se divorciou três vezes até agora. Ela não se importa sobre o que os outros pensam sobre ela e ela também tem um bom temperamento inflamável. Nam Jung-Gi (Yoon Sang-Hyun) trabalha como chefe de seção na mesma empresa de cosméticos que Ok Da-Jung. Ao contrário dela, Nam Jung-Gi tem uma personalidade tímida e agradável. Ele não consegue dizer qualquer coisa que faça os outros desconfortáveis. Ele é capaz de fazer o sangue dela ferver. Fonte





Tanta coisa para dizer do porque que gostei deste drama que não sei se conseguirei organizar tudo e o mais provável é que esquecerei de alguma coisa. Uma pena este drama não ter sido tão visto, pois merece, é muito bom e diferente dos dramas habituais!

8 de agosto de 2016

Filme | Sem Escalas


Dados

Título: Sem escalas | Non-Stop
País: EUA
Gênero: Ação, Thriller
Ano: 201
Nota: 7.5/10
Vi no dia: 31/07/2016


Durante um voo de Nova York a Londres, o agente Neil Marks (Liam Neeson) recebe uma série de mensagens SMS enigmáticas, dizendo que um passageiro será morto a cada 20 minutos caso US$ 150 milhões não sejam transferidos para uma conta bancária. Inicialmente Beil não dá atenção à ameaça, mas quando o primeiro passageiro aparece morto ele inicia uma investigação em pleno avião sobre quem possa ser o assassino. Fonte




Gostei bastante. Achei que a história teve um bom ritmo, que se manteve até o final, o que é bem interessante já que ela se passa quase toda dentro de um ambiente só. Acho que é difícil conseguir não se tornar chato e entediante dessa forma e esta conseguiu se sair bem. Uma outra coisa que me chamou atenção foi o jogo de quem enviava as mensagens, as dúvidas que ia sendo geradas sobre quem estava por trás daquilo tudo, a cada momento mudava o suspeito e eu não consegui descobrir quem era, só no final mesmo, o que foi bom.

Só no final, no momento da revelação de quem estava por trás de tudo foi que achei um tanto confuso: a motivação eu fiquei sem entender direito.

Quanto aos atores, só conhecia o protagonista feito pelo Liam Neeson de nome - não lembro agora se vi alguma coisa com ele antes - mas gostei dele. Desde o começo do filme dá para perceber o tipo atormentado que o personagem é e durante até o final do filme isso vai ficando mais intenso, já que ele também é posto em dúvida quase o tempo todo pelos passageiros e até pelos seus superiores. E ele conseguiu manter essa intensidade o tempo todo. Além dele só posso falar de mais uma, a Julianne Moore - que vi como Coin em Jogos Vorazes: A Esperança -: gostei do personagem dela, apesar de não ser lá marcante, ajudou bastante o protagonista, mas ao mesmo tempo havia algum mistério sobre ela, por vezes não dava para saber qual realmente era a dela na história - o que achei bem interessante no decorrer do filme.

Enfim, é bom filme de ação, mas sem nada exatamente marcante. É bom para distrair, com boa história e atores, com algo a mais que te prende atenção do início ao fim.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...