29 de março de 2015

Música [#43]





A dessa semana vem de uma banda da Coreia do Sul e apesar de conhecer a pouco tempo, é uma das músicas que gosto bastante deles:




FT Island - I Hope


26 de março de 2015

Da Lista "Por Ler": Livros [#8]



Três que entraram não faz muito tempo na lista:


1. Caixa de Pássaros de Josh Malerman

A sinopse e os comentários que li a respeito deste livro me chamaram bastante atenção. Promete um thriller psicológico, com o terror a mistura. Será que é bom? Humm




2. Cotoco: O diário (perversamente) engraçado de um garoto de 13 anos de John van de Ruit

Já li e vi tantos comentários positivos em relação a este livro que fiquei com muita vontade de tê-lo. Mas além de não conseguir encontrar nas livrarias, também não conseguia achar em e-book, e com isso passou muito tempo sem que pudesse entrar nesta lista. Até que finalmente neste ano o encontrei no formato e-book mesmo e agora é só esperar o "momento certo" para poder o ler! Eba!





3. El escándalo Modigliani de Ken Follett

Este é de um autor que já está na minha lista de autores por conhecer já faz um tempo. Mas como alguns de seus livros mais elogiados serem uns que me assustam bastante, por serem enormes, com tantas páginas, ainda não tenho essa coragem para me arriscar a começar com ele com estes livros. Então, uma das opções é ler algum dos mais "normais" dele e esta me parece ser uma boa. É relativamente curto e pelo que li, de fácil leitura. Será que começarei por este? Oh, dúvida!




Leituras sem previsão de acontecer. Mas tomara que não demore muito!


24 de março de 2015

[Filme #8] - Kuroshitsuji


Título: Kuroshitsuji / Black Butler | 黒執事 
País: Japão
Gênero: Ação, Mistério, Fantasia
Ano: 2014
Nota: 7.5 ou 8/10


Vi no dia: 22/03/2015





Sinopse:

Enquanto o mangá original era na Inglaterra do século 19, este novo filme é ambientado mais de 130 anos mais tarde, no ano de 2020, em uma cidade asiática onde as culturas ocidentais e asiáticos livremente se misturam. Uma vez que apenas os machos podem tomar as rédeas do a família Phantomhive, uma jovem mulher chamada Shiori veste roupas masculinas e adota o nome Kiyoharu para liderar a família e a Funtom Company. O filme é estrelado por Hiro Mizushima , como Sebastian, um demoníaco "super mordomo" com conhecimento impecável, boas maneiras, de graça, habilidades culinárias, artes marciais, aparência, e muito mais.
Ayame Gōriki desempenha a nova mestre do Sebastian, Shiori. Tal como o Ciel no mangá original, Shiori tem um selo em seu olho direito como um símbolo de seu contrato com a Sebastian. Sebastian vigia e protege Shiori, mas a um preço - ele consome sua alma. Fonte


Trailer:




Opinião:

Antes de comentar o que achei do filme, tenho que dizer que não li o mangá e nem vi o anime, então essa opinião é apenas sobre o filme em si. Li muitos comentários dizendo que não é igual, ou é inferior, outros dizendo que houve muitas mudanças na história... Enfim, depois de ver o filme me deu mais curiosidade de ler o mangá e depois que o fizer, talvez mude esta opinião aqui. Porém, ainda não sei quando farei isso - pode ser logo ou não.

Ultimamente tenho visto os filmes e dramas sem ter lido antes os mangás dos quais vieram e francamente me deixa aquela sensação estranha - não aguento a curiosidade e ando vendo antes, como este aqui, o Liar Game, o Rurouni Kenshin e algum outro - de que fiz besteira e de que teria aproveitado muito melhor  se tivesse lido. Bom, mas é melhor começar a dizer sobre o filme...

No geral gostei. Não acho que foi incrível ou perto disso, mas teve algumas coisas que me fizeram ter vontade de continuar a assisti-lo, como por exemplo os cenários, que eram muito bonitos! As cenas que se passavam no jardim, eram de encher os olhos com as flores e tudo mais. Mas não só: o palácio em também foi lindo de ver, junto com a cidade, do jeito que foi mostrada, entre os outros cenários, adorei. Lindos! O figurino foi outra coisa que gostei muito.

Gostei também dos atores e só havia visto dois deles antes: o que faz o Sebastian, o Hiro Mizushima, vi em Zettai Kareshi; o Shirota Yu, que vi em Samurai High School. Não entendi bem o papel do segundo nessa história...

Já em relação a história, até gostei, mas não sei... acho que senti que faltava algo, mas não sei dizer o que. Acho que entra essa falta de ter lido o mangá antes, e talvez lá tenha os pormenores que não puderam ser passados ao filme.


Uma coisa que não gostei foi do final, que ficou em aberto - quem está por trás de tudo? Quem matou os pais da moça? Ao final do filme teve algumas indicações, mas nada além disso. Terá continuação? Ou irá ficar o resto sem respostas? Será que tem a história completa no mangá? Acho que, quando for procurar ler eu consiga essas respostas - caso esse filme não tenha uma continuação.




E se não tivesse um final que me deixou tão cheia de perguntas era provável que desse uma nota mais certa.

Muito bonitas também foram as músicas e deixo uma delas aqui:




Estantes [#40]


encontrei aqui



19 de março de 2015

Assistindo no momento




Tenho que depois ver um outro nome para esta coluna...

Como já faz um tempo que não escrevo esta coluna, tenho que dizer que já terminei e comecei não sei quantos dramas/séries. Mas como não vou lembrar de tudo, os comentários abaixo vão para os mais recentes, ok?


Comecei

De séries, comecei há um pouco mais de uma semana - se já não me perdi - o Bones, Castle, CSI Cyber, Battle Creek e Chicago PD. Gostei muito dos episódios que já vi do Bones e de Castle. O Chicago PD de início não senti nada, mas creio que no episódio 3 ou 4 já começou a me chamar atenção e me fazer interessar - agora é saber se esse interesse continuará. Quanto ao CSI Cyber e o Battle Creek, ainda não sei o que achar - vou ver mais alguns episódios para saber, já que só vi um do primeiro e dois do segundo.

Já em relação aos dramas, que vi faz mais algum tempo que as séries, foram dois históricos, o Maids e o Shine or Go Crazy - só vi o primeiro do Maids, mas me chamou bastante atenção, e com o Shine, ainda preciso de mais alguns episódios para saber, embora já comecei a me interessar um pouco mais no segundo episódio.



Onde estou

Nas séries:

Person of Interest episódio 12/4ª temporada
Criminal Minds -  e.17/10ª t.
Arrow - e.5/2ª t.
Hawaii Five-0 e.9/2ª t.
Grimm - e.13/4ª t.
Bones - e.9/1ª t.
Castle - e.6/1ª t.
Chicago PD - e.4/1ª t.


Nos Dramas:

Punch - e.6
Healer - e.5
Mr. Baek - e.12
Birth of a Beauty - e.14
Reset - e.7
Shine or Go Crazy - e.3




Terminei



A 15ª temporada de CSI - oh, essa incerteza de se vai ou não continuar a ter, é triste, além do NIck indo embora... será que sai mesmo? :(
E o drama Night Watchman's Journal, que irei comentar depois, mas no geral me entreteve e gostei.


Estantes [#39]





16 de março de 2015

Atualização das Leituras


Faz um tempo que queria escrever sobre os meus progressos com as leituras, coisa que com a categoria Estou Lendo não conseguia - não me fazia sentido ficar repetindo posts Estou Lendo com os avanços do(s) mesmo(s) livro(s). Então fica assim: o Estou lendo é mais como um comentário geral dos livros que estarei lendo no momento ou que tenha apenas começado e o Atualização das Leituras (ou se achar outro nome melhor) será sobre os progressos que irei fazendo daquelas leituras, ok?

Bem, num ritmo de leitura normal eu já teria terminado um e pelo menos quase terminando o outro, mas como já comentei, minhas leituras andam a passos de tartaruga - se bem que, as tartarugas devem andar mais rápido que minhas leituras no momento... Escolha outro bichinho com ritmo lento, e então imagine eu com as leituras agora... Mas se podemos tirar algo de positivo, ao menos estou lendo devagarinho, coisa que no ano passado todo foi um nada.

Liar Game


Estou no Capítulo 5 e com isso só me faltam dois capítulos para terminar o primeiro volume. Continuo gostando e bem, já havia gostado do drama então... 

Só não sei como irei escrever a opinião quando terminar, já que vi o drama antes - me falta só o final, mas que é em formato de filme - e ainda me faltam não sei quantos antes de escrever a opinião sobre. Mas enfim, creio que de alguma forma saia - nem que depois é que organize tudo.






O Aliciador


Já passei das 200 páginas e até agora não tenho sinal de quem cometeu os crimes! Gostei disso. :) Também estou  gostando da leitura, embora algumas coisas me irritem um pouco: uma delas é o que a personagem principal faz em uma cena... para que raio o autor colocou uma cena como aquela? Que coisa mais desnecessária! Espero não tenha mais nenhuma outra! 








Tomara que num próximo post deste já sejam com outros livros. Projeto voltar as leituras em ação!


Arte [#13]


Remember Happiness? de Er-ca

13 de março de 2015

[Drama #14] - Bitter Blood


Título: Bitter Blood / Partners by Blood | ビター・ブラッド
País: Japão
Gênero: Ação, Comédia, Família, Mistério
Ano: (início) 15 de Abril de 2014 | (término) 24 de Junho de 2014
Nº de Episódios: 11
Nota: 8 ou 8.5/10


Comecei no dia: 01/07/2014
Terminei no dia: 09/08/2014






Sinopse:


Natsuki Sawara é um detetive novato. Ele é designado para trabalhar como detetive na Delegacia de Polícia de Ginza, mas seu pai Akimura Shimao também trabalha lá como um detetive. Natsuki Sawara não gosta seu pai. Depois que seus pais se divorciaram quando ele tinha 13 anos de idade, ele foi criado por seus avós.Enquanto isso, Akimura é um pouco excêntrico e um playboy com as mulheres,ao contrário do seu filho, que é ruim quando se trata de namoro. Será que pai e filho serão capaz de pôr de lado seu passado amargo - e personalidades diferentes quando se trata de namoro - e trabalhar em conjunto? Fonte




Trailer:





Opinião:

Tenho que dizer que este foi o primeiro drama japonês que eu gostei muito. Me chamou atenção o fato de saber que teria além do policial a comédia, então "bateu" aquele "tenho que ver!" como sinalzinho na mente. E por falar em comédia... Como me diverti assistindo! Ri tanto, em várias partes! Acho que para quem gosta do gênero policial, penso que esse não seja dos mais fortes, na verdade acho que ele entra na categoria dos mais leves,  porém, se deixar isso de lado e não levar tão a sério, é uma diversão quase garantida - pelo menos foi para mim.

E como este é dos mais leves, os casos também tiveram um lado cômico em boa parte das vezes. Já com o caso principal, o que envolvia o Akimura, era um tanto mais sério e se prolongou ate o final do drama. Gostei, apesar de não achar dos melhores e creio que só se tornou algo um pouco mais forte no episódio final.

Mas o que me apegou e me fez gostar tanto foram os personagens! Me divertir e ri tanto com eles! Cada um do time com suas manias e todos juntos tinham uma boa química. Química essa que também tinham os personagens principais: como foi bom ver o pai e filho juntos, todas (ou quase) as vezes que apareciam quase certeza de risos vindo por aí! Me lembro da cena do elevador e ainda dou risada de toda a situação em que passaram ali! hahaha

dentro do elevador...
e já saindo...
achei aqui e aqui
Adorei os dois! O Natsuki é um doce de rapaz, bom e tão desajeitado! Mas isso fazia com que o pai o considerasse fraco, coisa que não era, e disso saíam tantas implicâncias! O bom é que isso nos faz rir em vários momentos. A relação deles vai melhorando ao desenrolar da história, mas ainda assim eles sempre se implicam e isso é muio divertido.

Gostei do final que, como disse antes, fachei um tanto mais forte e intenso do que o resto do drama. E termina dizendo sobre continuação, e quero tanto que isso aconteça! Vou adorar ver os personagens novamente, que saudades!

achei aqui


Quanto a ost, gostei muito - pena não ter encontro por aí. A que tem mais fácil de encontrar, gosto muito e a deixo aqui:



Artes & Livros [#42]






12 de março de 2015

1 Tema = 5 Capas [#7]


Tema: Máscaras

5 Capas:






Livros:

1. Masquerade de Melissa de la Cruz      
2. Incarnate de Jodi Meadows     
3. The Phantom of the Opera de Gaston Leroux   
4. What Is Hidden de Lauren Skidmore     
5. Cross My Heart de Sasha Gould   


10 de março de 2015

[Drama #13] - Grandpas Over Flowers Investigation Team


Título: Grandpas Over Flowers Investigation Team | 꽃할배 수사대
País: Coreia do Sul
Gênero: Comédia, Crime, Fantasia, Mistério
Ano: (início) 9 de Maio de 2014 | (término) 25 de Julho de 2014
Nº de Episódios: 12
Nota: 8.5/10


Comecei no dia: 08/06/2014
Terminei no dia: 31/07/2014






Sinopse:

The story about three detectives in their 20’s who transform into old men in their 70’s overnight and one elite detective who luckily stays young as himself. The drama will comically tell the story of the three detectives trying to regain their young bodies back. Fonte


Trailer:




Opinião:

Gostei tanto de ter visto este! Logo que li a sinopse me interessou, mas assim que vi o trailer pensei: eu tenho que ver!

E já me conquistou no primeiro episódio! Era uma pena perder os moços - faz bem aos olhos - mas os vovôs foram tão divertidos de ver que também me conquistaram rapidamente.

Achei que a história foi bem, o mistério que envolvia essa mudança nos corpos foi bem interessante de acompanhar - mas não espere um tipo policial dos mais sérios, ok? Este aqui é do tipo mais leve e teve alguns casos além do que eles próprios estavam envolvidos. Gostei desses outros casos também, mas assim de pronto não sei dizer se tive algum favorito.

E como gostei dos personagens! Os vovôs são adoráveis - isso não quer dizer que sejam fofos o tempo todo - e todos tinham um jeito e estilo próprio, e o fato de que eles - na história - tem só o corpo de vovôs e não a mente, que por sinal fizeram essa transição muito bem, acabava dando um tom ainda mais engraçado a história - tinham seus momentos mais complicados e um pouco tristes com a situação, mas ainda assim era leve de assistir. Também não sei dizer favorito, pois gostei tanto de todos! Era um que só vivia tratando da pele, outro que só escutava mais um grupo pop feminino, e o outro que era sério demais... saudades deles todos. Torci muito por eles terminarem como eram realmente, apesar de que gostar deles como vovôs. E não só dos vovôs que gostei: o que permaneceu moço também é adorável - o mistério que envolvia o porque disso foi um tanto triste, porém, teve uma boa solução ao final de tudo.





Também gostei da forma como terminou o drama. E olha que nem me passou pela cabeça aquele jeito que fizeram! Depois de ter visto o final do Triangle, fiquei tão traumatizada que assim que li algum comentário dizendo que o final deste aqui foi um tanto original e diferente, só pensei no pior e quase demorei mais a assisti-lo. Enfim, tomei coragem e no dia seguinte vi o último episódio. E foi tão bom! Foi como um alívio depois do choque que tive com o outro! O final foi doce, e com alguma surpresa (e digo que foi diferente no sentido bom) que me deixou com um sorriso no rosto ao término do drama.

Valeu muito a pena ter visto, me divertir bastante e veria novamente sim algum tempo desses.

Quanto a ost, é uma pena que não encontrei muita coisa - queria muito encontrar os instrumentais, mas não achei nada por aí (leia-se pela internet). E bem, apesar de que a maioria cantada não ser lá meu tipo de música, tenho que dizer que até que casa bem com o clima da história e sempre que lembro de alguma música do drama, lembro dos personagens:




Estantes [#38]



achei aqui

8 de março de 2015

Música [#42]







A de hoje é de uma cantora favorita - e para não passar esse dia em branco, mais um motivo para colocar uma música dela aqui:







PJ Harvey - The Words That Maketh Murder 


4 de março de 2015

[Filme # 7] - Bobby Jasoos


Título: Bobby Jasoos
País: Índia
Gênero: Comédia, Drama
Ano: 2014
Nota: 7.5 ou 8/10


Vi no dia: 01/03/2015





Sinopse:

Vivendo em uma família ortodoxa classe média da Velha Hyderabad, Bilkis Ahmed, apelidada de Bobby (Vidya Balan) é uma detetive particular em início de carreira. Para prosseguir com sua paixão de espionagem, Bobby resolve casos de bairro. Como por exemplo, Tasawur (Ali Fazal) um apresentador de TV, para se livrar de propostas de casamento trazidas para casa por seus pais. Bobby finalmente consegue sua grande chance quando um rico senhor, Anees Khan (Kiran Kumar) entrega a ela um caso para encontrar duas meninas desaparecidas chamadas 'Nilofer' e 'Amna' com uma marca de nascimento em sua mão e ombro, respectivamente. Para resolver o caso, Bobby toma muitos disfarces como "mendigo", "peão", "vendedor ambulante", "estudante", astrólogo 'e até mesmo uma falsa' produtora de TV '. Depois de localizar os alvos, Khan lhe paga uma quantia enorme e também oferece uma quantidade enorme de dinheiro aos pais das duas meninas por razões desconhecidas para Bobby. Khan também dá a ela o seu terceiro e último caso para encontrar um menino com um dedo do pé em falta chamado 'Ali'. Bobby desenvolve toda a sua habilidade, porém, a curiosidade sobre os motivos de Khan dão um novo rumo para a história. Fonte


Trailer:




Opinião:

Gostei bastante. Foi divertido, leve, mas ao mesmo tempo teve alguns aspectos dramáticos que deram um algo a mais na história.

Logo de início vemos a protagonista mostrando algumas habilidades, como as dos disfarces, que são muito bons, e um pouco mais adiante começamos a ver como é no dia-dia dela: ela tentando arrumar um emprego numa espécie de agência de detetives e é recebida a contragosto, com o dono do lugar dizendo para ela que não podia trabalhar ali por não ter qualificações e mais sei lá quantas coisas ele disse. Mas aí já começa um aspecto positivo, pois ela logo diz que se ele não a quer trabalhando ali, ela irá trabalhar por conta própria e de quebra iria abrir um escritório em frente ao dele. Mas não é só ali que ela sofre por querer ser detetive...

Ninguém na família - talvez tirando a mãe? - a apoia e o pai, pelo contrário a trata com frieza, nem falando com ela, por achar que isso não era um trabalho e sim que ela passava os dias andando pelas ruas sem fazer nada. E olha que ela tenta se aproximar, e quando recebe um bom dinheiro pelo caso em que trabalhava, ela oferece a esse pai todo o ganho e nem assim ele a aceita e muito menos o dinheiro - que ele diz que não será sustentado por nenhuma mulher. Mas gostei que ela não desistiu do que gosta de fazer e vai contra todos - seja falatório da família ou dos outros.

E nessa jornada, com preconceitos e sem muito apoio - do qual ela só recebe de alguns amigos -, ela tem de procurar pessoas para um homem misterioso que a contrata. Depois de encontrar duas pessoas, ela começa a ficar intrigada para saber de onde esse homem veio e o que aconteceu com essas pessoas que ela encontrou. Para ir atrás disso ela arruma uma confusão maior, mas não conto mais para não dar spoiler. O que digo é que teve um final bom e satisfatório para esse caso desse homem.

Também achei bem satisfatório e gostei do final para a protagonista e sua família - além de um amor...

Esse filme não teve muita música e dança, e a que gostaria de por aqui eu não encontrei - é a que abre o filme -, mas deixo uma:




2 de março de 2015

Filmes de Fevereiro




1. Meu primeiro filme já vi quase ao final do mês, e se chama Khoobsurat. E o filme é um indiano, creio que com uma parceria com a Disney - não entro em mais detalhes, pois não sei lá de mais coisa alguma. Opinião aqui.



2. The Hunger Games: Mockingjay - Part 1/Jogos Vorazes: A Esperança - Parte 1. 
Opinião aqui.



Gostaria de ter visto mais, mas como já disse mais acima, só fui ver o primeiro já no final do mês, então o jeito é torcer que neste que entrou eu consiga mudar isso.

Até o próximo balanço!

Estantes [#37]




achei aqui

Sonho...


1 de março de 2015

Música [#41]




Adoro essa música e a banda/dupla também. Descobri essa dupla já faz um tempinho e gostei logo de cara - mas foi com outro vídeo, depois coloco aqui - e desde então o gostar só aumentou. Pois então se solte que essa é para dançar!






The Black Keys - Lonely Boy


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...