30 de janeiro de 2014

Nunca Tomar Ninguém como Modelo



Para as nossas ações e omissões, não é preciso tomar ninguém como modelo, visto que as situações, as circunstâncias e as relações nunca são as mesmas e porque a diversidade dos carácteres também confere um colorido diverso a cada ação. Desse modo, duo cum faciunt idem, non est idem (quando duas pessoas fazem o mesmo, não é o mesmo). Após ponderação madura e raciocínio sério, temos de agir segundo o nosso carácter. Portanto, também em termos práticos, a originalidade é indispensável; caso contrário, o que se faz não combina com o que se é. 


- Arthur Schopenhauer, in 'Aforismos para a Sabedoria de Vida'


fonte: http://www.citador.pt/textos/nunca-tomar-ninguem-como-modelo-arthur-schopenhauer


Citação do Dia [#12]






28 de janeiro de 2014

Música [#16]


Sei que não é domingo - que é o dia em que geralmente coloco algo de música por aqui -, mas é que não resisti em por essa que foi ao ar ontem, no programa do David Letterman. E com vocês, Arctic Monkeys com "Do I Wanna Know?":






26 de janeiro de 2014

Música [#15]


Beck is back! E foi divulgada essa semana a nova música que faz parte do álbum novo nele, chamado "Morning Phase". Esse álbum será lançado Fevereiro desse ano, dia 24, de acordo com a NME

O Beck é um dos meus músicos preferidos há muito tempo. Conheci algumas de suas músicas ainda entre 2000 e 2001 - não lembro o ano exato - e desde então venho prestado atenção em seus lançamentos de álbuns e um tanto depois desses anos iniciais se tornou um dos meus favoritos. Mas depois coloco aqui algumas de quando comecei a escutá-lo, entre outras, pois não quero deixar esse post longo demais, já que são tantas músicas que adoro dele.

Enfim, ao que interessa: música nova!



"Blue Moon" de Beck


Letra:

I'm so tired of being alone
These penitent walls are all I've known
'Cause I've been calling
Across the water, inside my silent asylum


Ooh-ooh-ooh

Oh don't leave me on my own

Ooh-ooh-ooh

You left me standing all alone


So cut me down to size

So I can fit inside

Lies that will divide

Us both in time


See the turncoat on his knees

The vagabond that no one sees

When that moon stood in shadows

You can't save the ones you caught in battle


Ooh-ooh-ooh

Oh don't leave me on my own

Ooh-ooh-ooh

You left me standing all alone


Cut me down to size

So I can fit inside

Lies you tried to hide

Behind your eyes


Ooh-ooh-ooh

Don't leave me on my own

Ooh-ooh-ooh

Don't leave me all alone


Cut me down to size

So I can fit inside

Lies that will divide

Us both in time


Fonte: http://www.lyricshall.com/lyrics/Beck/Blue+Moon/


Ah, que saudades! Beck is back pessoal! :D



25 de janeiro de 2014

Belas Capas [#8]






Não conhecia esse livro, mas assim que vi a capa e quem havia escrito - além do preço, que estava muito bom, ou seja, barato -, me deu vontade de trazer para casa.

E só em casa foi que vi a sinopse - que me lembra um pouco o conto A Casa do Juiz, de Bram Stoker - que me fez interessar a fazer a leitura.

Bom, agora algumas outras capas de edições pelo mundo a fora:




23 de janeiro de 2014

Na Lista de Espera: Livros [#3]



E nesse top 3:





1. Ladrão de Almas de Alma Katsu 

Demorei a decidir que iria o ler e agora que já o fiz, não sei quando o lerei. Isso pois quero-o ter em mãos, mas como não o encontro nas livrarias ou quando vi um, estava caro demais, não sei se vou esperar para tê-lo ou se vou fazer a leitura em e-book mesmo. De qualquer forma, tenho o interesse em lê-lo.











2. Feita de Fumaça e Osso de Laini Taylor

Esse também demorei a me decidir, porém, depois de ler boas opiniões, acabei por ir mais para o "sim, quero ler!". Já perdi tantas promoções com esse livro, que me arrependo de não tê-lo comprado - claro que também tem a minha falta de dinheiro nisso. Mas agora tem outro problema que é a falta dele nas livrarias - ultimamente tenho visto mais o segundo dessa série (e tudo bem que não vou tanto assim em livrarias, mas toda vez que vou, não o encontro): o mesmo ocorre com o livro citado mais acima. 









3. El hogar de Miss Peregrine para niños peculiares de Ransom Riggs 

Estou bem curiosa sobre este livro, embora ainda não saiba quando o lerei e como o farei - se vou querê-lo físico em pt ou se vou ler em e-book mesmo, provavelmente em espanhol.









22 de janeiro de 2014

Seis Coisas Impossíveis - Fiona Wood [Opinião]



Título: Seis Coisas Impossíveis | 
Autor: Fiona Wood
Série: Six Impossible Things/Wildlife
Gênero: Young Adult, Romance, Humor
Ano: 2013
Classificação: 4.2/5
Início da Leitura: 10/12/2013
Término: 22/01/2014




Dan Cereill levou um encontrão da vida: seu pai faliu, assumiu que é gay e separou-se de sua mãe, tudo de uma vez só. Enquanto isso, sua mãe recebeu de herança uma casa tombada pelo patrimônio histórico que cheira a xixi de cachorro, mas que não pode ser reformada...
E, agora, Dan está vivendo em uma casa-relíquia que parece um chiqueiro, com uma mãe supertriste e sem conseguir falar com o pai — que ele ama muito.
Suas únicas distrações são sua vizinha perfeita, Estelle, e uma lista de coisas impossíveis de fazer, como:

1. Beijar a garota.
2. Arrumar um emprego.
3. Dar uma animada na mãe.
4. Tentar não ser um nerd completo.
5. Falar com o pai quando ele liga.
6. Descobrir como ser bom e não sair abandonando os outros por aí...

Mas impossível mesmo será:

1. Não torcer para que Dan supere seus problemas.
2. Não rir muito com os devaneios dele.
3. Não querer ter um cachorrinho como Howard.
4. Não desejar que a mãe de Dan encontre a felicidade.
5. Parar de ler este livro.

6. Não querer abraçar o livro depois de tê-lo terminado... 




4,2 estrelas

De fato, algumas coisas dessa lista de coisas impossíveis acontecem - só que conosco: 


1. Não tem como não torcer pelo Dan - ele é adorável! E mesmo com tantos problemas, ele foi muito forte, valente e conseguiu aprender a se virar sozinho (com tão pouca idade passando por tudo de uma vez, ele foi muito bem, de verdade).

2. Howard - é muito amor por esse cachorro tão inteligente! Saber a linguagem dos humanos não é uma coisa fácil...

3. A mãe do Dan - sim, passamos a leitura do livro querendo que ela fique bem e seja feliz. Mas ela apesar de tudo, também consegue ir em frente, o que já é uma grande coisa.

Bom, saindo um pouco de listas, digo que gostei bastante da leitura. Foi leve, divertida - tudo bem que creio que se passássemos por tal situação não acharíamos divertido, mas né? - e fluida. Gostei dos personagens, e de fato não tinha como não torcer por eles ficarem bem depois de tudo. Gostei que no final do livro não foi aquela coisa irreal feliz e sim tudo caminhando para um bom lugar - que já é muito. Meu problema com o final foi qe gostaria de saber mais sobre o que aconteceu com as relações todas, incluindo a do Dan e seu pai, que ao final da história ficou mais em aberto.

Uma coisa que me chamou muito atenção e que gostei na sua maior parte, foi as bandas referidas durante a leitura. Adoro boa parte delas e vou colocar algumas músicas que gosto aqui para ilustrar - não foi dito no livro quais eram todas as músicas que os personagens gostavam mais, então fica a minha seleção, ok?

- Dan e Estelle gostando do Hot Chip, Tv on the Radio, e a fase antiga do Kings of Leon - eu também gosto deles, yeah!






- A mãe do Dan gostando do Thom Yorke. Ganhou minha simpatia na hora em que passou a "tocá-lo" na história!

de uma dos álbuns citados no livro, o "Amnesiac":


e coloco mais uma outra, pois essa é uma das minhas bandas favoritas e não vou perder a oportunidade de coloca-la:



Bom, também tinham outras referências e de vários tipos: filmes, séries de tv, escritores, entre outros. Mas não anotei tudo, nem lembro de momento para citá-los agora.

Em geral, é uma leitura que recomendo, se você quiser algo leve para se distrair.

p.s. Queria saber se só eu achei estranho um garoto de 14/15 anos ter tanta barba por fazer? O.o




21 de janeiro de 2014

TAG: Resoluções Literárias para 2014




Tudo bem que já está praticamente acabando esse mês de Janeiro, mas como ainda estamos em início de ano e essa tag pega algo que é para o ano todo, a achei bem divertida e resolvi "roubá-la". Mas na verdade acho que é mais para ver no final desse ano o que não fiz, já que sou horrível em cumprir metas! hehehe
Porém, vou tentar colocar mais coisas possíveis de serem realizadas - do que tentar algo mirabolante e sabendo do fato que não cumpro metas.

Enfim, a tag veio do blog da Catarina S., o  Little House of Books, mas foi criada pelo canal  CharrsNewChapter. Agora as perguntas:

1. Um autor que nunca leste e queres ler.
São tantos sem conhecer! Que difícil! São muitos que quero ler! Entre eles, está Jonas Jonasson.




2. Um livro que queres muito ler.

O Projeto Rosie de Graeme Simsion. Estou com vontade de ler esse livro desde o ano passado, mas como ando numa fase ruim de leitura, acabou que o estou adiando. Espero que não passe desse ano!




3. Um clássico que queres ler.

Bom, apesar de não andar para os clássicos ultimamente, fiquei com vontade de ler um que comprei recentemente e que por ser pequeno, acho que consigo encaixá-lo mesmo assim: O Fantasma de Canterville de Oscar Wilde.




4. Um livro que queres reler.

Não penso em reler nenhum por esse ano.

5. Um livro que tens há séculos e queres finalmente ler.

Não me vem nada a mente no momento! O.o

6. Um livro gigante que queres ter a coragem para ler.

Saco de Ossos de Stephen King. Tenho imensa curiosidade sobre esse livro, mas não sei se criarei a coragem necessária para o ler nesse ano.




7. Um autor que já leste e queres voltar a ler.

Tenho alguns, mas para não ficar em branco, cito um deles: a Janet Evanovich.




8. Um livro que te ofereceram no Natal e que queres ler.

Não ganhei livro no Natal, mas sim um pouco depois e ainda não o terminei: A Sombra do Vento do Carlos Ruiz Zafón. Como penso em dar uma pausa nele - já que a leitura não está avançando em nada - então tomara que consiga-o ler ainda este ano mesmo.



9. Uma série que queres ler, do primeiro ao último livro.
Sou bem diferente em relação a leituras de séries: geralmente prefiro ir lendo aos poucos, para não perder o ritmo, e assim vou intercalando com outras leituras - como leio mais devagar, então as séries comigo demoram... Talvez o que pode ocorrer é eu encontrar algo do tipo Hunger Games e querer ler ainda tudo no mesmo ano, porém deve ser algo como trilogias também, já que mais que isso, não dá para mim.

10. Uma série que já começaste e queres terminar.

Não lembro de nenhuma que penso que vou acabar esse ano...

11. Quantos livros queres ler em 2014?

Se tudo der certo, no mínimo 20. Depois vejo se saem uns extras. :)

12. Mais algum objectivo literário que queiras partilhar?

Estou participando de dois desafios literários: um para ler novos autores - que escolhi o desafio de 15 - e o de ler livros da Harlequin - que escolhi participar lendo entre 1-10.


Bom, não sei se falta alguém responder, mas em todo caso, sinta-se a vontade para responder se quiser. ;)


20 de janeiro de 2014

Aquisições [19/01/2014]





  1. Nora Roberts - Beijos que Conquistam
  2. Tawny Weber - Ousadia
  3. Michelle Willingham - Guerreiros do Gelo
  4. Lolita Pille - Cidade da Penumbra
  5. Oscar Wilde -O Fantasma de Canterville
  6. Jane Austen e Ben H. Winters - Razão e Sensibilidade e Monstros Marinhos
  7. Brian L. Weiss - Muitas Vidas, Muitos Mestres


p.s. Esse último da lista comprei por engano. Pensei que era o clássico, com mais alguma coisa e quando chego em casa e procuro sobre o livro, qual é minha surpresa? É uma versão do livro clássico com monstros! Ainda bem que foi bem barato, senão imaginem a minha irritação como estaria agora...

p.s.2 Outro que fiquei me sentindo meio arrependida foi o Cidade da Penumbra. Digo isso pois só o peguei por me lembrar de ler uma outra sinopse da mesma autora - que me deixou curiosa - e também orque estava bem barato como o que citei acima:  por 4,90 quem não quer?
Bom, nesse caso só lendo para ter mesmo certeza ou não do arrependimento...


Estantes [#17]








19 de janeiro de 2014

Música [#14]


A música dessa semana é para se divertir! Você já deve tê-la ouvido de algum lugar, é certo! Enfim, é uma das que adoro e de uma banda que também adoro. fiquem com ela então:


"Woo Hoo" de The 5.6.7.8's


18 de janeiro de 2014

1 Tema = 5 Capas [#2]



Que tal irmos dessa vez a Paris? Mais precisamente vermos a Torre Eiffel? Bom, infelizmente para mim não pode ser ao vivo e em cores - ainda, tenho fé - , mas vamos pelas capas dos livros, que tem sei lá quantas com essa temática!



Desses, já li o Anna e quero ler o Aconteceu em Paris e o Sorriso das Mulheres. Os outros dois ainda não conhecia. E você, já leu algum desses? Ou pretende ler?


15 de janeiro de 2014

TAG: Leitura Digital




Criada pela Patrícia, do blog Chaise Longue, essa tag me chamou atenção e decidi "roubá-la". :D
Trata-se de responder sobre como é sua experiência com a leitura digital. Então as perguntas!


 1. Que suporte utilizas para ler os teus ebooks? Um ereader, um tablet ou o pc?
Quando comecei mesmo a entrar por este meio de leitura, era só o pc. Há menos de um ano, adquiri o Kobo e então leio tanto nele quanto no pc - isso é mais ou quando não consigo ler nada nele ou quando o formato encontrado do ebook não é bom de ler no ereader (e/ou não consigo converter para tal).


2. Quantos ebooks já leste desde que te iniciaste na nova "moda digital"?
Contando com os do pc? Já não lembro mesmo, pois já faz alguns aos e nunca pensei em contabilizar. :S

3. Qual é a língua predominante dos teus ebooks?
Espanhol ou português. Penso que quando tiver pelo menos mais vocabulário em inglês - ou mesmo estiver indo bem nesse quesito -. quero também ler nessa língua - se bem que mais para a frente na vida quero ler em outras línguas se possível. 

4. Compras-os ou aproveitas promoções e livros gratuitos? 
Livros gratuitos. Sou pobre gente, não tenho como pagar não! Então o jeito é aproveitar quando tem graça. :)

5. Aproveitas para ler clássicos ou novos autores?
Ainda não li muitos clássicos - quero ler vários, mas tem tempo e momento para isso (e não é agora)-, então vou conhecendo novos autores mesmo.

6.Tens ebooks de livros físicos para que os possas ler em qualquer local sem ter de levar o livro atrás?
Tenho, mas ao mesmo tempo, não levo livro e nem o kobo a nenhum lugar, pois não gosto. Prefiro ler em casa mesmo - fora que tenho problemas com sujeiras de rua, imagine com meus livros ou com o ereader?

7.  Quantos ebooks tens?
Não faço a mínima ideia! São muitos! XD

8. Qual é o teu maior fornecedor de ebooks?
Pego onde tiver disponível. 

9. Aderiste por completo à Leitura Digital ou ainda vives na Idade do Livro Físico?
Não. Acho que um não tem de substituir o outro, portanto, fico com os dois. Amo o cheiro de livro novo, mas quando não tem como achar tal livro ou algum outro empecilho, pode vir o ebook que ajuda do mesmo jeito! O que importa mais é ler para mim. :)



14 de janeiro de 2014

Bloqueios Literários e a Falta de Inspiração




Ultimamente não ando escrevendo tanto aqui quanto gostaria. Queria ler mais rápido e por em algum ritmo mais regular minhas opiniões por aqui pelo menos. Mas tenho que dizer que ando num dos meus bloqueios literários - se bem que ainda consigo ler alguma coisa, porém, não num ritmo bom (para mim). Então não está na pior fase - do tipo que não consigo ler nada de nada mesmo. Já passou por isso?

Nessas fases piores já cheguei a ficar meses sem ler nada! :( Espero que não seja dessa vez isso! E com isso, leituras ficam pendentes. E não tenho como começar mais alguma leitura e acabar ficando pelo meio - e então mais livros atrasados.

Me pergunto e a quem ler esse post: o que fazer nesse meio tempo sem ler nada ou quase nada? Voltar a ver séries? É uma opção. Filmes? Idem. Ler coisas menores e/ou menos exigentes? Muitas vezes é o que faço para esperar voltar a vontade de ler. Se já passou ou passa por isso, o que faz?

Para além desse bloqueio, ando sem muita inspiração para criar também - tanto para o blog aqui quanto para outras coisas. Acho que minha mente de tão cansada também está me dando bloqueios em outras partes. Não sei se a preguiça também tem parte nessa falta de inspiração - ando mesmo sem vontade de fazer qualquer coisa...

Bem, agora é esperar que melhore e passe isso logo, pois quero muito atualizar melhor o blog. Até isso, fica sendo aos poucos as coisas por aqui, combinado?

11 de janeiro de 2014

Aquisição [10/01/2014]







Fiona Wood - Seis Coisas Impossíveis

Primeira aquisição de 2014! :D
O estava lendo em e-book mas como não conseguia avançar mais - não sei o que há de errado comigo que não consigo ler e-book ultimamente -, resolvi o ter em formato físico. Espero que agora termine de vez, pois ando muito atrasada  com minhas leituras.
E ando gostando do livro. ;)











9 de janeiro de 2014

Belas Capas [#7]






Não sei bem o que pensar sobre essa capa  se gosto ou não. Mas uma coisa é certa: me chama atenção sempre que a vejo e é daquelas que me fazem querer ler o livro sem nem mesmo sabendo do que se trata. 

Não é o caso desse livro aqui. Assim que li a sinopse fiquei com muita vontade de lê-lo. Ainda não sei quando mas espero que não seja daqui a um longo tempo.

Algumas capas de edições por aí publicadas:






Amor não Tem Número


Se você não tomar cuidado vira número até para si mesmo. Porque a partir do instante em que você nasce classificam-no com um número. Sua identidade no Félix Pacheco é um número. O registro civil é um número. Seu título de eleitor é um número. Profissionalmente falando você também é. Para ser motorista, tem carteira com número, e chapa de carro. No Imposto de Renda, o contribuinte é identificado com um número. Seu prédio, seu telefone, seu número de apartamento — tudo é número. 
Se é dos que abrem crediário, para eles você é um número. Se tem propriedade, também. Se é sócio de um clube tem um número. Se é imortal da Academia Brasileira de Letras tem o número da cadeira. 
É por isso que vou tomar aulas particulares de Matemática. Preciso saber das coisas. Ou aulas de Física. Não estou brincando: vou mesmo tomar aulas de Matemática, preciso saber alguma coisa sobre cálculo integral. 
Se você é comerciante, seu alvará de localização o classifica também. 
Se é contribuinte de qualquer obra de beneficência também é solicitado por um número. Se faz viagem de passeio ou de turismo ou de negócio recebe um número. Para tomar um avião, dão-lhe um número. Se possui ações também recebe um, como acionista de uma companhia. E claro que você é um número no recenseamento. Se é católico recebe número de batismo. No registro civil ou religioso você é numerado. Se possui personalidade jurídica tem. E quando a gente morre, no jazigo, tem um número. E a certidão de óbito também. 
Nós não somos ninguém? Protesto. Aliás é inútil o protesto. E vai ver meu protesto também é número. 
Uma amiga minha contou que no Alto Sertão de Pernambuco uma mulher estava com o filho doente, desidratado, foi ao Posto de Saúde. E recebeu a ficha número 10. Mas dentro do horário previsto pelo médico a criança não pôde ser atendida porque só atenderam até o número 9. A criança morreu por causa de um número. Nós somos culpados. 
Se há uma guerra, você é classificado por um número. Numa pulseira com placa metálica, se não me engano. Ou numa corrente de pescoço, metálica. 
Nós vamos lutar contra isso. Cada um é um, sem número. O si-mesmo é apenas o si-mesmo. 
E Deus não é número. 
Vamos ser gente, por favor. Nossa sociedade está nos deixando secos como um número seco, como um osso branco seco exposto ao sol. Meu número íntimo é 9. Só. 8. Só. 7. Só. Sem somá-los nem transformá-los em novecentos e oitenta e sete. Estou me classificando com um número? Não, a intimidade não deixa. Vejam, tentei várias vezes na vida não ter número e não escapei. O que faz com que precisemos de muito carinho, de nome próprio, de genuinidade. Vamos amar que amor não tem número. Ou tem? 


                       - Clarice Lispector, in Crónicas no 'Jornal do Brasil (1971)'





8 de janeiro de 2014

Na Lista de Espera: Autores [#3]





E nesse top 3:





1. Lisa Kleypas

Já li por aí muitas opiniões positivas a respeito de seus livros e se isso não bastasse, me interessei por várias sinopses que li também. Ruim será saber por onde começar, já que são tantos livros lançados e de várias séries diferentes.












2. Linda Howard

Essa autora também tem muitos livros publicados e também li muitos comentários positivos sobre seus trabalhos. Ainda não sei quando começarei a ler algum deles, mas isso é algo que quero muito fazer, mesmo.










3. Georges Simenon

De romance histórico na primeira, suspense romântico na segunda, este terceiro autor vem com seus livros de mistério. Quero muito ver se consigo começar a ter os livros - físicos - de sua série tão famosa: Maigret. Ainda não sei quando irei me arriscar e se irei esperar para ter ou se irei ler em e-book mesmo. Mas é algo que quero fazer.









5 de janeiro de 2014

Trailer: Sherlock


É o do 3º episódio dessa terceira temporada! Último e sabe-se lá quando virá novamente... já estou ficando :(



Música [#12]


E tentando já começar a voltar a ouvir bandas que adoro, e suas músicas mais recentes, escutei esta aqui a pouco tempo - foi uma vez até então e acredita que já adorei?
Vai se tornar um vício, já estou vendo...



"Do I Wanna Know?" de Arctic Monkeys


Letra:

Have you got color in your cheeks'
Do you ever get the feeling that you can't shift the tide
That sticks around like something's in your teeth
And some aces up your sleeve
I had no idea that you're in deep
I dreamt about you near me every night this week
How many secrets can you keep'
'Cause there's this tune I found that makes me think of you somehow
When I play it on repeat
Until I fall asleep
Spilling drinks on my settee


(Do I wanna know?)
If this feeling flows both ways
(Sad to see you go)
Was sorta hoping that you'd stay
(Baby we both know)
That the nights were mainly made for saying
things that you can't say tomorrow day


Crawlin' back to you.
Ever thought of calling when you've had a few?
'Cause I always do
Maybe I'm too busy being yours to fall for somebody new
Now I've thought it through


Crawling back to you
So have you got the guts?
Been wondering if your heart's still open and
if so I wanna know what time it shuts
Simmer down and pucker up
I'm sorry to interrupt it's just I'm constantly
on the cusp of trying to kiss you
I don't know if you feel the same as I do
But we could be together, if you wanted to


(Do I wanna know?)
If this feeling flows both ways
(Sad to see you go)
Was sorta hoping that you'd stay
(Baby we both know)
That the nights were mainly made for saying
things that you can't say tomorrow day


Crawling back to you
Ever thought of calling when you've had a few? (calling when you've had a few)
'Cause I always do ('cause I always do)
Maybe I'm too busy being yours to fall for somebody new
Now I've thought it through


Crawling back to you, (do I wanna know?)
If this feeling flows both ways
(Sad to see you go)
Was sorta hoping that you'd stay
(Baby we both know)
That the nights were mainly made for saying
things that you can't say tomorrow day


(Do I wanna know?)
Too busy being yours to fall
(Sad to see you go)
Ever thought of calling darling?
(Do I wanna know)
Do you want me crawling back to you?













2 de janeiro de 2014

2014 Reading Challenge


E para o desafio anual literário, me propus 20 livros. Ainda não sei bem se ficará  esse número, isso porque sempre prefiro por números baixos e depois só contar os extras - também não gosto de ficar me cobrando que faltam tantos livros para terminar ou mesmo se está atrasado o desafio. Mas enfim, quando me decidir direito o link para ver o desafio está ao lado. Por enquanto fica assim:

2014 Reading Challenge

2014 Reading Challenge
Renata *Bluetulip* has read 0 books toward her goal of 20 books.
hide

1 de janeiro de 2014

E voltou!



e a reação de todo mundo...


+

E o trailer do próximo episódio:



Boa noite!


Leituras 2014





Como já tenho dito por aqui, planos não são meu forte - sempre que os faço não dá certo. :/ Mas torcendo que esse novo ano será melhor para as minhas leituras, quero fazer umas pequenas notas para me dar uma direção - pelo menos são coisas que quero que dê certo:


1. Me inscrevi em dois desafios literários:

Tomara que consiga cumprir ao menos esses! E eles são o New Author Reading Challenge 2014 - que vou tentar fazer o menor número, que é de 15 autores.




O outro é Desafio 2014 Harlequin - no qual pretendo fazer o nível Abraço (que é de 1 - 10 livros).




Existem tantos desafios interessantes por aí, pena que eu sou tão ruim com esse tipo de planejamento.


2. Ver se leio mais nesse ano que li no anterior.

Isso é mais uma prece, pois como dependo inteiramente que a minha vontade de ler esteja em cima para tal feito, não sei como será. Portanto a prece é: Renata vai voltar toda a vontade de ler e se manterá lá em cima, durante todo o ano, sem bloqueios - pelo menos não tantos - literários e estimulada pelos bons livros que virão. 
Pronto, pode ser um delírio meu, mas fica assim, pois realmente desejo que minhas leituras voltem a ficar mais regulares.

Ainda não decidi ao certo quantos livros para o desafio GoodReads desse ano, mas sempre coloco poucos, e depois vejo os extras ao longo do ano. Quando decidir, faço o post dizendo aqui. ;)


3. Continuar com pelo menos algumas das séries.

Tomara que consiga, pois tenho algumas paradas para mais de ano já. Entre elas, a do Jan Fabel - que vou para o 3º e li o 2º a quase dois anos! 
Outra que também faz quase isso de tempo, é a Grant County, que também vou para o 3º livro da série e da qual sinto saudade de acompanhar. Além dessas, tem a Bridgertons, na qual vou ainda para o segundo da série. 
Tenho mais séries em andamento, e também se encontram nelas as HQ's e Mangás. Mas falo disso mais abaixo.


4. Começar séries novas.

Bom, se tenho várias séries para continuar, tenho mais ainda para começar! Como dependo da minha vontade de ler e em que momento o ler, não sei quando o irei fazer. Mas algumas das possibilidades que estão em minha lista do to-read só esperando a vontade são:

The Dresden Files 
The Hollows 
Charley Davidson
Psy-Changeling 
Escape From Furnace
Mercy Thompson 


5. Ler mais HQ's e/ou mangás.

Pelo menos tenho de avançar com as que leio:

Transmetropolitan - ainda vou para o Vol. 3 da série(?). Já devia ter avançado, mas toda vez que ia ler perdia a vontade de continuar.

Locke & Key - Gosto bastante dessa e pelo mesmo motivo do Transmetropolitan não avancei mais nestes. Também vou para o Vol. 3 da série.

Battle Royale - Ainda só li o Vol. 1, mas estou bem curiosa sobre o que virá, pois gostei bastante do que li.

Mafalda - nesse estou indo um pouco mais "regular", embora ainda vá para o 4º da série.



Alguns possíveis que quero começar:


Death Note
V de Vingança 
Preacher 
Persépolis 
Maus 





Bom, por enquanto é isso. Mas mudando de ideia e/ou tendo outras, irei as pondo aqui. ;)



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...